Todos os posts com a tag: #Vila Joaniza

“Carro do Ovo”, “Carro do Pão”, entre outros, são legalizados no bairro

Interessados devem se inscrever online e pagar uma taxa a partir de R$ 11,20 por dia. Desde o último dia 26 de junho a Prefeitura de São Paulo autorizou o comércio de “porta em porta” incluindo 40 itens que podem ser comercializados. Trata-se da expansão do Programa “Tô Legal!”, que autoriza licenças para o comércio itinerante e também os “camelôs”. Isto legaliza também todos os veículos ou comerciantes que vendem ovo, cândida, pães, entre outros produtos.  A região da Cidade Ademar  já emitiu 48 portarias de autorização legalizando estas pessoas que já atuam há décadas na região. A taxa mínima é de R$ 11,34 por dia, ou seja, R$ 340,20 por mês. As licenças já estavam sendo requeridas por meio da Secretaria Municipal das Subprefeituras. Com a medida, o comércio itinerante passou a ser regulamentado na capital, com o objetivo de potencializar o empreendedorismo e ampliar as atividades comerciais legalizadas na cidade. O processo é feito pelo sistema “Tô Legal!”, que já emitiu 21.812 e com isto, engrossou também a arrecadação municipal que pode ser, …

Cidade Ademar completa hoje 75 anos

Hoje, dia 26, Cidade Ademar completa 75 anos O jornal O Bairro Cidade Ademar ouviu autoridades, lideres comunitário e pessoas da comunidade. Esta semana, o jornal O Bairro irá trazer uma série de reportagens sobre a Cidade Ademar. Este texto é a história do bairro que consta no site da Subprefeitura. A região da Cidade Ademar tem uma origem basicamente como uma região dormitório, devido à explosão industrial de 1960. Seus bairros e vilas surgiram devido ao grande impulso de processo de urbanização com decadência dos grandes fazendeiros, que eram obrigados a lotear suas terras, então começou o processo de urbanização com o surgimento de loteamentos vendidos aos operários migrantes que vieram de diversas partes do Brasil em busca de uma vida melhor. O êxodo rural ocorrido na década de 70, conhecido como a expulsão do homem do campo para as grandes cidades, contribuiu para o aumento populacional da região, atraídos pelos loteamentos por causa do parcelamento e a possibilidade de possuir um pedaço de terra. Dois proprietários de terras e fazendeiros fizeram parte da …

O amor social extinto

No passado, os mutirões eram mais comuns nas periferias. Há muito tempo, os vizinhos da rua onde morávamos eram mais que nossos amigos, eram como um familiar, um ente querido, pois todos se conheciam nas ruas. Sabíamos quem eram os comerciantes do bairro e as pessoas que frequentavam estes lugares, o Zé do açougue, o Mário do bazar, o Manoel da padaria, os engraxates que ficavam nas calçadas próximas dos pontos de ônibus e padarias; as crianças que brincavam nas ruas, empinando pipas, jogando bolinhas de gude, rodando peão ou jogando bola. Estas crianças eram conhecidas por todos, como o Luizinho, filho da Dona Luzia, O Kaká, filho do seu Mário, O Carlinhos, filho do Otávio; o Tadeu, que era filho da Dona Maria e a Manoela, filha da Dona Joana, era tudo assim, uma verdadeira comunidade completamente interligada casa-igreja-sociedade amigos de bairro-botecos-rua-escolas… Ou seja, era tudo conectado e compartilhado.     Toda esta rede fazia parte de um sistema social, era uma verdadeira comunidade onde aconteciam mutirões, compartilhamento de alimentos ou pratos especiais. Se um …

Praça da Vila Joaniza: reforma agrada moradores, mas é insegura às crianças

A Praça da Vila Joaniza foi reformada e entregue recentemente para a população com novo layout. Ganhou nova jardinagem, serviços wifi, e um grande brinquedo para as crianças. Entretanto, faltaram alguns acabamentos essenciais, como grades de proteção e corrimão para garantir a segurança dos pequenos, que ao escorregarem pelo brinquedo podem correr para a avenida ou ainda tropeçarem na mureta que separa a praça do ponto de ônibus. A observação foi feita por moradores que frequentam a praça e que passam pelo local diariamente, e que entraram em contato com a redação do jornal O Bairro na última semana. No local, a reportagem constatou muitos elogios de moradores, como a do casal Valdete Santos e Thiago Santos que moram próximo e foram à praça com sua filha. “Ficou linda, mas quero ver até quando vai durar. O problema é que tenho que ficar de olhos grudados, pois minha filha pode cair ou tropeçar. Tenho medo desta avenida, tinha que ter ao menos uma grade de proteção”, alertou Valdete. Para a esteticista Amanda Lima Ferreira, a …

Comunidade teme fechamento do 43ºDP e 80º DP da região

“Onde há fumaça, há fogo”, afirma Paulão, presidente do Conseg da Cidade Ademar e diz que é preciso estar atento ao caso. Vazou na imprensa no mês de fevereiro publicado no G1 um suposto plano para fechar 15 distritos policiais na capital de São Paulo. O fato abalou líderes comunitários locais e o fato chegou ser abordado em reuniões virtuais dos Consegs, pois pela proposta, dois distritos da região o 43º DP da Cidade Ademar e o 80º DP da Vila Joaniza seriam fechados. A reportagem do jornal O Bairro entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública que afirmou não haver fechamento de nenhum distrito, mas sim, mais ênfases nas investigações e nos Boletins de Ocorrência via internet. A reportagem do G1 do dia 19 de fevereiro informou que o projeto trata-se de uma fusão de unidades, com o fechamento total de prédios, e alguns distritos policiais passariam a atender as ocorrências dos locais que ficarão sem delegacias. A reportagem ainda divulgou uma lista que estaria circulando nas redes sociais dos distritos que …