Todos os posts com a tag: #Pedreira

Cidade Ademar completa hoje 75 anos

Hoje, dia 26, Cidade Ademar completa 75 anos O jornal O Bairro Cidade Ademar ouviu autoridades, lideres comunitário e pessoas da comunidade. Esta semana, o jornal O Bairro irá trazer uma série de reportagens sobre a Cidade Ademar. Este texto é a história do bairro que consta no site da Subprefeitura. A região da Cidade Ademar tem uma origem basicamente como uma região dormitório, devido à explosão industrial de 1960. Seus bairros e vilas surgiram devido ao grande impulso de processo de urbanização com decadência dos grandes fazendeiros, que eram obrigados a lotear suas terras, então começou o processo de urbanização com o surgimento de loteamentos vendidos aos operários migrantes que vieram de diversas partes do Brasil em busca de uma vida melhor. O êxodo rural ocorrido na década de 70, conhecido como a expulsão do homem do campo para as grandes cidades, contribuiu para o aumento populacional da região, atraídos pelos loteamentos por causa do parcelamento e a possibilidade de possuir um pedaço de terra. Dois proprietários de terras e fazendeiros fizeram parte da …

Thaís Scabio – Uma cineasta da quebrada

Entrevista divulgada pelo jornal  online Expresso Periférico com Thaís Scabio, a cineasta que mora na região e é destaque como uma das principais revelações do Brasil. A entrevista foi realizada em quatro partes pelo Expresso Periférico, aqui, no O Bairro Cidade Ademar, colocamos todas estas partes  em uma única postagem. Conheça Thaís Scabio. Por Evinha Eugênia Produtora executiva, diretora e roteirista, fundadora da Cavalo Marinho Audiovisual, junto com Gilberto Caetano, atuando à frente de projetos de promoção e produção audiovisual e cultural na região de Cidade Ademar e Pedreira, pelo Fórum de Cultura, pelo Coletivo Mascate Cineclube e Espaço Cultural JAMAC. Atua também no Movimento do Audiovisual Negro e Periférico sendo uma das fundadoras e membra da diretoria da APAN – Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro e é Gestora de Desenvolvimento de Negócios da plataforma Todesplay. Expresso Periférico – Morando e sendo cria da periferia, enfrentando todas as dificuldades de acesso (cultura, arte, lazer) e parafraseando o verso dos Racionais “o mundo é diferente da ponte pra cá”, como nasce a cineasta, que ousa …

Moradores de rua: números de pessoas morando nas ruas aumentam a cada dia

“No nosso caso, queríamos um lugar para ficar sossegado, não debaixo de uma lona. Nós não dormimos direito, pois não sabemos se vamos acordar no dia seguinte, entendeu? Já vi várias pessoas morrerem queimadas”, afirmou tristemente segurando um cigarro e olhando o que restou de sua barraca e seus poucos pertences em baixo de uma árvore.(Depoimento do morador de rua Aguinaldo de Jesus de Oliveira) No inicio de fevereiro o ato do padre Júlio Lancelotti, coordenador da Pastoral do Povo de Rua foi destaque na imprensa por quebrar à marretadas os blocos de paralelepípedos debaixo do elevado da Zona Leste, para que moradores de rua pudessem se alocar no local. O ato do padre revela o aumento dos moradores de rua por toda a cidade de São Paulo. A última pesquisa de 2019 realizada pela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) revelou 25 mil pessoas vivendo nas ruas, deste número, 3% são crianças, ou seja, cerca de mil crianças. A colocação de blocos de pedras debaixo dos viadutos não é invenção do prefeito Bruno Covas …

4ª Cia de Polícia muda da Av. Yervant para dentro de empresa estatal

Empresa barrou a reportagem na última quinta-feira, dia 10, quando agendou uma visita para tirar uma foto da 4ª Companhia. EMAE alegou que o espaço onde a PM se localiza é da empresa e a solicitação da imagem é de responsabilidade da EMAE não da PM. A 4ª Companhia de Polícia Militar que ficava na Avenida Yervant Kissarjikian, na Vila Joaniza mudou há cerca de quatro meses para dentro da Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE), na Av. Nossa Senhora do Sabará, 5312. A mudança trouxe preocupação para alguns comerciantes da Vila Joaniza, alegando que a presença da companhia inibia casos de assaltos na região e distância a Polícia Militar da população, pois não é visualizada pelos moradores. Esta distância ficou caracterizada quando a reportagem foi barrada na portaria da empresa quando iria visitar a 4ª Companhia e foi informada que precisaria de uma autorização dos superiores da EMAE, onde a reportagem iria tirar uma foto para esta reportagem. De acordo com o presidente do Conseg da Vila Joaniza, João Calixto, a comunidade lutou …