Autor: redaoobairro

Comgás ‘suja’ o nome de seus clientes em cartório

A Comgás (Companhia de Gás de São Paulo) está “sujando” o nome de seus clientes em cartório de protesto por atraso em suas contas, mesmo em época de pandemia. Diferente da Enel (Empresa de Energia) e da Sabesp, que têm um prazo maior para que os inadimplentes negociem, a Comgás não leva o nome de seus clientes para o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), pior, com o atraso superior ao de 30 dias, a distribuidora de gás, protesta seus clientes em cartório e às vezes, para limpar o nome o custo pode sair mais caro, do que a própria conta.  A reportagem do jornal O Bairro Cidade Ademar ouviu alguns moradores, dentre eles, SPS (sigla de seu nome, pois preferiu não se identificar) que informa que suas contas realmente estavam atrasadas por conta da pandemia, e aos poucos pagou seus débitos, porém teve uma surpresa ao não ser contratado por uma empresa, pois descobriu que seu n ome estava sujo em cartório. “Em nenhum momento recebi uma ligação, tinha contas atrasadas por conta da …

Fundos da EE Leonor Quadros é preocupação para comunidade do Jd Miriam

Os fundos da Escola Estadual Leonor Quadros é preocupação para a comunidade do Jardim Miriam. Com o mato que cresce rapidamente em um extenso terreno e com as constantes invasões de usuários de drogas o espaço é risco para a comunidade que passa pelo local e temem o entra e sai de pessoas que pulam o muro da escola a cada instante. A reportagem esteve na calçada da escola no dia 23 de novembro onde testemunhou os problemas e depois voltou ao espaço nesta segunda-feira, dia 7 de dezembro, onde testemunhou novas invasões. Ao contrário das demais escolas, onde a frente fica na avenida principal, no Leonor é ao contrário, a frente fica na rua lateral Baltazar Gomes de Alarcão e os fundos da unidade ficam em frente a um dos corredores do trólebus mais importantes de São Paulo, na Avenida Cupecê, sendo exposta diariamente por milhares de pessoas que passam de carro, de trólebus ou mesmo a pé. Todos puderam testemunhar o mato que cresce aos fundos e veem as pessoas que invadem o …