Saúde
Deixe um comentário

Secretaria distribui autotestes de HIV gratuitos no Largo Treze

A Secretaria Estadual de Saúde distribui autotestes de HIV na estação  Largo Treze em Santo Amaro gratuitamente.  A iniciativa visa incentivar a testagem, diagnóstico precoce e prevenção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e terá ainda um segundo ponto de distribuição, que é o Memorial da América Latina, na Barra Funda.

Cerca de 30 profissionais do Centro de Referência e Treinamento (CRT) DST/Aids-SP foram mobilizados desde o último dia 26 de agosto. Além dos autotestes, também está prevista a distribuição de 15 mil preservativos, incluindo 2 mil femininos, e mais de 2 mil sachês de gel lubrificante.

Ao todo serão 1,9 mil autotestes de HIV a partir desta quinta-feira, em ações especiais nestes dois pontos.  A mesma ação poderá ser estendida para outros pontos, como ocorrerá no próximo dia 9 de setembro em parceria com o Metrô – Companhia do Metropolitano de São Paulo, na Linha Lilás,  na Estação Capão Redondo.

O autoteste de HIV é um método prático e seguro, disponibilizado gratuitamente pelo SUS.  Para realizá-lo, a pessoa coleta sua própria amostra de fluido oral (“saliva”) e em seguida, realiza o teste, com acesso ao seu resultado de forma ágil. Ele pode ser realizado em um local privativo da escolha da pessoa, que pode fazê-lo sozinha ou com alguém de sua confiança.

O resultado do autoteste não é definitivo. Caso seja reagente (positivo para HIV), será necessário fazer nova testagem. Neste caso, recomenda-se que a pessoa procure um serviço de saúde, para confirmação do resultado; se isso ocorrer, deve-se buscar uma unidade de referência para início imediato do tratamento de HIV. Nos casos em que o resultado for não reagente (negativo),  a equipe reforça a necessidade de manter as formas de prevenção contra o HIV.

Uma das diretrizes do Programa Estadual de DST/AIDS é a realização da testagem nas mais diversas oportunidades, nos serviços de saúde, campanhas e ações extramuros, com vistas ao diagnóstico precoce.  “O teste anti-HIV é visto hoje como uma ferramenta/estratégia de prevenção e seu resultado é essencial para a prevenção da transmissão vertical do HIV; para a realização de acordos entre casais; para indicação da PEP; para o tratamento como prevenção primária; para a discussão de prevenção combinada e gestão de risco”, ressalta Márcia Fernandes, Biomédica e coordenadora da atividade.

Mais informações podem ser encontradas no site http://www.crt.saude.sp.gov.br, ou através do telefone 0800 162 550.

Este post foi publicado em: Saúde
Etiquetado como: ,

por

Formado em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo, Letras, pela Faculdade Diadema. Pós-Graduado em Estudos Linguísticos e Literários pela Fundação Santo André. Andante das ruas da Cidade Ademar e de toda São Paulo e apaixonado pelas comidas de boteco e futebol, principalmente futebol de várzea.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s