Opinião
Deixe um comentário

A importância do jornalismo na era da informação

A principal função do jornalismo é informar.  Em tempos em que as novas tecnologias ampliaram o acesso às informações, onde todos conseguem consumir conteúdos na palma da mão, a forma de transmitir essas informações mudaram. Antes o jornalista pautava, apurava e produzia sua matéria. Hoje, com a velocidade de informações circulando, tudo ficou mais corrido, prejudicando muitas vezes a qualidade da apuração de uma notícia.

Pensando nisto, o jornal O Bairro continua a fazer o jornalismo trivial, ou seja, bem estruturado, seguindo o Manual de Redação da Folha de São Paulo e também com algumas regras do Manual de Redação do Jornal O Estado de São Paulo. Os dois manuais são escolas de jornalismo, para compor a notícia nos padrões estruturais, utilizando a técnica da pirâmide invertida, com todos os elementos do lide no primeiro parágrafo, com sublide e complemento do texto.

É importante que, em tempos em que todo mundo pode fazer jornalismo, o jornalista possua consciência da sua responsabilidade social. Ainda é (e sempre será) importante apurar os fatos, checar a notícia, ouvir mais de um lado na história e assim produzir um jornalismo de qualidade, alinhado com a velocidade que a redação exige.

O jornal O Bairro não é feito por políticos e nem voltado para esta classe específica, como muitos pensam, mas sim, para toda a comunidade. O nosso único compromisso é com o profissionalismo, desde o levantamento de fatos históricos, como qualquer tipo de denúncias feitas por moradores que chegam à redação.

Tudo isto, desde 1996 até 1997 quando o periódico circulou mensalmente em toda a região em formato tabloide. Houve ainda mais duas edições, uma no ano 2000 e outra em 2005 e a partir de 2006, passou a ser online, passando por diversas plataformas diferentes, até se estabelecer neste atual formato online (www.jornalobairro.com).

É por isto que, as entidades locais, empresas, coletivos, ONGs ou lideranças do bairro devem apoiar os meios de comunicações da região. É pensando neste apoio que possamos crescer todos juntos. Se houver erros, basta consertarmos e seguir em frente, ainda sim apoiando um ao outro, para que não possa ocorrer nenhum ruído no processo e comunicação.

Este post foi publicado em: Opinião

por

Formado em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo, Letras, pela Faculdade Diadema. Pós-Graduado em Estudos Linguísticos e Literários pela Fundação Santo André. Andante das ruas da Cidade Ademar e de toda São Paulo e apaixonado pelas comidas de boteco e futebol, principalmente futebol de várzea.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s