Destaques, Notícias
Deixe um comentário

População pode levar seus pets aos veterinários gratuitos

O munícipe deve comparecer em uma das unidades, de segunda a sexta-feira, para retirada de senha a partir das 6h, levando além do animal a ser atendido

A Prefeitura de São Paulo prorrogou a parceria com a Associação Nacional dos Clínicos Veterinários de Pequenos Animais – Anclivepa para atendimento na Unidade Sul dos Hospitais Veterinários. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio da Coordenadoria de Saúde e Proteção ao Animal Doméstico (Cosap), mantém normal o atendimento nos três hospitais veterinários públicos do município acontece normalmente, de maneira gratuita.  

No dia 21 de julho, a Secretaria da Saúde publicou, no Diário Oficial da Cidade, a prorrogação do Termo de Colaboração com a Anclivepa/SP, para atuação na Unidade Sul para os próximos 30 dias. Nesse período, será analisada proposta da entidade, na qual solicitou reajuste de 28% para continuidade do serviço gratuito à população. 

A cidade de São Paulo oferece atendimento clínico e cirúrgico aos animais por meio de três hospitais veterinários públicos: Na Zona Norte, na av. General Ataliba Leonel, 3.194 – Parada Inglesa; na Leste, av. Salim Farah Maluf, esquina com Rua Ulisses Cruz, lado par – Tatuapé e na Zona Sul, Rua Agostino Togneri, 153 – Jurubatuba. Os hospitais oferecem serviços gratuitos de consultas, cirurgias, exames laboratoriais e internação. No total são sete especialidades: oftalmologia, cardiologia, endocrinologia, neurologia, oncologia, ortopedia e odontologia. 

O atendimento é exclusivo aos munícipes da Cidade de São Paulo e, prioritariamente, àqueles assistidos por programas sociais tais como: Bolsa Família, Renda Mínima, Renda Cidadã ou outro programa equivalente. Devido a grande demanda, os atendimentos são realizados conforme disponibilidade de vaga e priorizando os casos de Urgência e Emergência conforme critério médico. 

O munícipe deve comparecer em uma das unidades, de segunda a sexta-feira, para retirada de senha a partir das 6h, levando além do animal a ser atendido, documento de identidade e comprovante de residência na cidade de São Paulo em seu nome. O número de atendimentos diários é limitado. Desde o início da pandemia, mais de 147 mil atendimentos foram realizados nas três unidades. Durante a pandemia da Covid-19, estão sendo adotados protocolos sanitários, como medida de segurança para evitar aglomerações e contágio pela doença.  

Nas fases mais restritivas, vermelha ou emergencial, o atendimento ficou restrito às urgências e emergências. Com a redução das medidas restritivas, foi retomada a distribuição de senhas para atendimento geral, observando a adoção de cuidados adicionais para manutenção do distanciamento no local, com a permissão de acompanhamento de apenas um munícipe por animal e uso obrigatório de máscara. 

Este post foi publicado em: Destaques, Notícias
Etiquetado como: ,

por

Formado em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo, Letras, pela Faculdade Diadema. Pós-Graduado em Estudos Linguísticos e Literários pela Fundação Santo André. Andante das ruas da Cidade Ademar e de toda São Paulo e apaixonado pelas comidas de boteco e futebol, principalmente futebol de várzea.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s