Cidade Ademar
Deixe um comentário

Praça da Vila Joaniza: reforma agrada moradores, mas é insegura às crianças

A Praça da Vila Joaniza foi reformada e entregue recentemente para a população com novo layout. Ganhou nova jardinagem, serviços wifi, e um grande brinquedo para as crianças. Entretanto, faltaram alguns acabamentos essenciais, como grades de proteção e corrimão para garantir a segurança dos pequenos, que ao escorregarem pelo brinquedo podem correr para a avenida ou ainda tropeçarem na mureta que separa a praça do ponto de ônibus.

A observação foi feita por moradores que frequentam a praça e que passam pelo local diariamente, e que entraram em contato com a redação do jornal O Bairro na última semana. No local, a reportagem constatou muitos elogios de moradores, como a do casal Valdete Santos e Thiago Santos que moram próximo e foram à praça com sua filha. “Ficou linda, mas quero ver até quando vai durar. O problema é que tenho que ficar de olhos grudados, pois minha filha pode cair ou tropeçar. Tenho medo desta avenida, tinha que ter ao menos uma grade de proteção”, alertou Valdete.

Local não possui grades de proteção

Para a esteticista Amanda Lima Ferreira, a praça ficou bonita e bem cuidada, porém, a população deve colaborar para a manutenção do local. “Ficou muito bonita. Pego ônibus todos os dias aqui em frente e vi a diferença do que era e do que é hoje. Só a internet que ainda não pega”, relatou.

Criticas – Mas, nem tudo é beleza. Segundo um comerciante que trabalha em frente à praça, outro problema são os moradores de rua, que muitas vezes, não respeitam as famílias que frequentam o local. “Tem que ter segurança para as crianças. Tem pais que são distraídos e a qualquer momento um destes pequenos podem correr para a rua. Outro problema são os moradores de rua. Alguns não têm pudor, eles transam em baixo das cobertas em plena luz do dia e em frente às crianças, ou ficam bêbados na praça”, lamentou.

Já um dos moradores que preferiu não se identificar, disse que é necessária uma grade proteção urgente para que não possam ocorrer acidentes. “Percebi que a cota de nível entre o piso superior é bem maior que a inferior. Mas adiante tem outros problemas como pontas de ferro, escada sem guarda corpo e corrimão. Nas laterais não há um fechamento para que as crianças não corram para a rua”, informou.

Imagem enviada por um leitor mostra a praça sem grades e morador de rua deitado próximo ao brinquedo

A reportagem entrou em contato com a Subprefeitura da Cidade Ademar, que tomou conhecimento dos fatos e informou que tomará providências.

Este post foi publicado em: Cidade Ademar

por

Formado em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo, Letras, pela Faculdade Diadema. Pós-Graduado em Estudos Linguísticos e Literários pela Fundação Santo André. Andante das ruas da Cidade Ademar e de toda São Paulo e apaixonado pelas comidas de boteco e futebol, principalmente futebol de várzea.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s