Notícias
Deixe um comentário

Restrições de Diadema faz consumidores a comprarem nos mercados da “divisa”

Avenida Cupecê próximo ao Centro de Diadema tem vários supermercados com funcionamento normal.

O decreto 7898/21 do prefeito José de Filippi, prevê várias medidas restritivas para conter o avanço da Covid-19, dentre elas, o fechamento de serviços não essenciais às 17h e a proibição de vendas de bebidas alcoólicas. Estas proibições estão levando centenas de clientes aos mercados que ficam próximos à divisa de Diadema, principalmente nos supermercados da região da zona sul de São Paulo, como Pedreira e Jardim Miriam, que podem funcionar em seus horários normais.

Além de estarem abertos, os supermercados de São Paulo podem vender bebidas alcoólicas, o que vem aumentando os clientes destes pontos. De acordo com Altemir Vianna, gerente do Supermercado de bairro “Aki Tem”, no Jardim Luso, o número de clientes aumentou nos últimos dias. “ As pessoas ao chegarem do trabalho por volta das 19h, passam por aqui para comprar algumas ‘coisinhas’ pra casa, principalmente o açougue do mercado”, comentou.

Referente as bebidas, Vianna informa que ainda não há balanço sobre estes dados. “As pessoas consomem mais nos finais de semana, mas percebi algumas pessoas, levando umas caixinhas no meio da semana”, comentou.

 Para o morador do Centro de Diadema, Mário Augusto, as restrições são ótimas, porém, em alguns pontos deveriam ser um pouco mais flexível aos supermercados. “Trabalho no Brooklin em São Paulo e passo pela Avenida Cupecê, antes de entrar na cidade, paro no mercado para levar algumas coisas pra casa”, comentou.

Restrições – As medidas do prefeito foi a antecipação dos feriados de 3 de junho; 9 de julho; 20 de novembro e 8 de dezembro de 2021 para os dias 29 de março a 1º de abril. O  objetivo é diminuir a circulação de pessoas e conter o avanço da covid-19 na cidade.  Outras medidas mais restritivas são: a proibição da circulação de pessoas no período de 22h e 4h e o fechamento dos serviços essenciais às 17h, com exceção aos relacionados à saúde.

Caso as regras não sejam cumpridas, haverá aplicação de multas e implementação das demais medidas punitivas cabíveis, como a interdição e o fechamento pelos órgãos municipais de vigilância sanitária ou pelas autoridades policiais, inclusive a Guarda Civil Municipal, na forma da lei.

Confira abaixo os principais pontos

1) As atividades essenciais que poderão funcionar até às 17h são:

Alimentação: hipermercados, supermercados, mercados, açougues, padarias, feiras livres e congêneres.

Transporte: estabelecimentos de locação de veículos, oficinas de veículos automotores, lojas de autopeças e estacionamentos;

Abastecimento: cadeia de abastecimento e logística, produção agropecuária e agroindústria, transportadoras, armazéns e postos de combustíveis;

Comunicação Social: meios de comunicação social executada por empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens;

Construção civil e outros serviços: hotelaria, lavanderias, serviços de limpeza, manutenção e zeladoria, correios e bancas de jornais.

2) A restrição de horário NÃO se aplica: hospitais públicos e privados; serviços de saúde de urgência e emergência; farmácias e laboratórios; hospitais veterinários;  outros serviços de natureza essencial ao funcionamento dos serviços de saúde; atividades de telecomunicação e serviços de call center; atividades profissionais de transporte privado de passageiros, incluindo táxi, transporte por aplicativos e fretamentos; atividades industriais.

3) A venda de produtos por meio de entrega (delivery) será permitida até às 0h e retirada dentro de veículos automotores (drive trhu), permitida até às 17h

4) Ficam suspensos durante o período:

Eventos esportivos de qualquer espécie.

Atendimento presencial nas agências bancárias, que deverão permanecer fechadas, sendo permitido o funcionamento dos postos de autoatendimento de serviços bancários.

Atividades religiosas presenciais:  templos, salões e demais estabelecimentos voltados às práticas religiosas permanecerão fechados ao público. Neste locais, fica permitida exclusivamente a presença de pessoas em número indispensável para transmissão online dos eventos religiosos.

Atividades administrativas presenciais internas em estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços não essenciais.

Parques públicos municipais

5) Fica proibida a venda direta de bebidas alcoólicas em estabelecimentos comerciais, como supermercados, adegas e congêneres. A venda só será permitida via delivery.

6) Transporte público

Operação do sistema municipal de transportes com frota reduzida, a fim de atender exclusivamente à demanda dos usuários dos serviços essenciais.

Suspensão do benefício da gratuidade no transporte coletivo público de passageiros, com exceção daqueles que estiverem a caminho de serviço essencial.

Os usuários do transporte coletivo deverão comprovar o vínculo funcional com serviços essenciais para utilização do serviço de transporte municipal.

A circulação dos ônibus estará suspensa das 22h às 04h.

Este post foi publicado em: Notícias

por

Formado em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo, Letras, pela Faculdade Diadema. Pós-Graduado em Estudos Linguísticos e Literários pela Fundação Santo André. Andante das ruas da Cidade Ademar e de toda São Paulo e apaixonado pelas comidas de boteco e futebol, principalmente futebol de várzea.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s