Mês: janeiro 2021

Pedreira “fecha as portas” do Pronto Socorro a partir do dia 1º de fevereiro

Na contramão, Secretaria da Saúde ao invés de criar vagas, está fechando as vagas em São Paulo. Diante do novo avanço da pandemia de Covid-19, ao invés de aumentar o número de vagas, o governo estadual decidiu restringir o atendimento em alguns hospitais na cidade de São Paulo. De acordo com a notícia veiculada pelo G1, na tarde desta quinta-feira, dia 21, os hospitais da Vila Alpina e do Itaim Paulista, na Zona Leste, e o Hospital do Grajaú e o Hospital Pedreira, na Zona Sul, vão passar a funcionar com as portas fechadas. O G1 informa que o Hospital Geral da Pedreira tinha 53 pacientes internados em enfermeira e outros 15 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em tratamento contra a Covid-19. Os pedestres não poderão acessar mais essas unidades pelos prontos-socorros, somente transferências serão aceitas transferências das Unidades Básicas de Saúde (UBSs). A medida, segundo a Secretaria Estadual da Saúde é para evitar que casos menos graves prejudiquem os atendimentos mais complexos. O portal da Globo ouviu o secretário executivo da …

Barbearia do Zezé, um dos últimos da “Velha Guarda”

A barbearia é uma das profissões mais antigas da humanidade, já passou por varias fases nas últimas décadas. Nos anos 90 e 2000 elas praticamente deram lugar aos salões de cabeleireiros e muitos profissionais migraram para esta onda para conquistar o público feminino. Porém, no inicio do século XXI uma nova onda de empreendedores retomou os velhos salões de Barbeiro e conquistou uma nova geração de jovens na profissão. Com exceção de um dos profissionais mais antigos da profissão, José Rosa Filho, 70 anos, conhecido como “Seu Zezé”, que há 43 anos possui a Barbearia do Zezé no Jardim Miriam, pertencendo a “Velha Guarda” dos barbeiros raízes. Ir a sua barbearia já toda incrementada com a modernidade de seus concorrentes mais jovens, como internet, TV a Cabo e bebidas para seus clientes, é ainda fazer uma viagem no tempo, falando de futebol e de coisas antigas do bairro. Isto porque quando sua família mudou-se para São Paulo, Zezé tinha apenas cinco anos. “Eu lembro a minha boa infância que tive no Jardim Miriam. Aqui em …

Piscinões não evitam as enchentes locais

Depois de décadas de discussões sobre a utilidade do espaço conhecido como “Feira Livre da Cidade Ademar”, foi construído um piscinão no local com objetivo de evitar enchentes nas imediações. Em cima deste piscinão, rebatizaram o local com o nome de “Praça Comunitária Ligia Maria Salgado Nóbrega”. Porém, infelizmente, as enchentes continuam nos dias de chuva, como a que aconteceu ontem, dia 19 de janeiro, em vários pontos da Avenida Cupecê. A menos de dois quilômetros dalí, no sentido centro, próximo ao Parque Nabuco, já tinham inaugurado o segundo piscinão na região, próximo à Casa Palma, que foi batizada como Praça Aristides de Souza Mendes (RCO-3), e o último o piscinão RCO-1 que foi entregue em novembro de 2018 e fica praticamente atrás do atacadão Roldão. na Avenida Cupecê, no sentido Jardim Miriam. Além dos piscinões a Sabesp está realizando uma das maiores obras de canalização e saneamento básico dos córregos do Cordeiro e Zavuvus para a despoluição do Rio Pinheiros. Mesmo assim, as obras não impedem os alagamentos locais, pois basta uma chuva de cinco …

Bar do Vavá na Sto Afonso

O Bar e Merceária Surubin na Avenida Santo Afonso, mais conhecida como “Bar do Vavá” era um ícone nos anos 90 no local. Sua fachada era bem simples, mas ao adentrar no local podia-se ver couro de cobra decorando as paredes, e estantes cheias de cachaças artesanais com várias raízes e tinha uma ainda com aguardente e uma cobrinha dentro da garrafa de enfeite.