Dia: 8 de setembro de 2020

Grupo de Rap faz homenagem ao Jardim Miriam

O grupo de rap Mensageiro estourou no compartilhamento de what’s app com os moradores da região com sua música “Nossa Quebrada”, que faz homenagem ao Jardim Miriam e a todos os outros bairros vizinhos. O compartilhamento do vídeo foi tanto que chegou até a Inglaterra, ao craque Lucas Moura, que foi revelado no bairro, e hoje joga no Tottenham, e é um dos homenageados na música. O jogador agradeceu ao grupo. No último final de semana o compartilhamento do grupo chegou a ex-moradores do bairro, que moram em outros estados e ficaram encantados ao ver o local onde passaram suas infâncias. O grupo ainda faz várias citações de locais como a E.E. Leonor Quadros, onde parte do clipe foi gravada, o Poupa Tempo. Exalta ainda os times de várzea, como o Mickey e a Portuguesinha do Jardim Miriam. O grupo também faz critica social. “…Aqui não tem cultura;aqui não tem lazer;Esquecida pelo homem;Mas por Deus nunca vai ser…” Mensageiro faz com que os moradores do Jardim Miriam, sintam orgulho do bairro, mesmo que acostumados com …

Muito antes da globalização

Por Sylvio Micelly Na metade final dos anos 90, século e milênio passados, uma iniciativa do jornalista Sergio Pires fez com que surgisse O Bairro. O periódico, que teve cerca de uma dúzia de edições, tinha como missão “Pensar globalmente, agir localmente“, célebre ensinamento do sociólogo alemão Ulrich Beck.Era um outro período. A internet caminhava a passos lentos, ainda era discada e cara, o que restringia o acesso às madrugadas. Redes sociais, no máximo, era uma agenda com alguns contatos importantes, muito antes do termo networking. À época, a diagramação dos jornais era híbrida, parte em programas de computação avançados para aqueles anos, parte ainda feito na unha, em notívagas sessões de past-up. Algo, porém, não mudou. Sergio Pires anteviu que o mundo seria globalizado e que discutiríamos as desavenças do Irã e dos Estados Unidos ou a mudança de rumos do mais novo casal real britânico. Mas… os problemas que realmente nos afetam – saneamento, buracos nas ruas, segurança etc – seriam relegados às planilhas estatísticas e aos discursos das campanhas políticas. O jornal cumpriu seu papel …