Opinião
Deixe um comentário

Não pode haver silêncio!

“Não podemos nos calar e permitir que esses brados asquerosos de glorificação da ignorância, da irracionalidade e violência se espalhem e corrompam a frágil e inocente consciência política da maioria da nossa população.”

Estamos atravessando um momento delicado na breve História de nossa Democracia! Ela está em “xeque”! A busca feroz pelo poder, que advém das camadas mais conservadoras da sociedade se manifesta através de discursos que exigem a volta da Ditadura e uma nova censura afirmando que seriam estes elementos fundamentais para a “salvação da nossa sociedade”. Para esse grupo conservador e autoritário calar aqueles que são contrários a sua detestável maneira de pensar, ou não pensar a realidade,  seria esta a única forma de garantir a estabilidade do nosso governo e o progresso do Brasil.

Mas, calar é a solução para alguma coisa? Calar o outro através da censura, da opressão política e da diminuição das liberdades individuais, utilizando as leis como instrumento opressor, só mostra que mais uma vez estamos nas mãos de governantes ignorantes, que só estão no poder justamente pela proliferação de valores torpes como os seus! Calar é mais fácil que educar!

Calar é mais fácil que tentar resolver questões delicadas e complexas como essa: a perda de capital cultural da população mais pobre, que busca se expressar e que cada vez desenvolve menos recursos e ferramentas para ampliar seu campo de reflexão rompendo com a ignorância e com as promessas sistêmicas. 

Calar, também é mais fácil que aceitar que eles não são unanimidade dentro do Brasil, e ao invés de tentar deturpar da Constituição, e se entregar ao diálogo com uma grande parte da população que não aceita os métodos da “nova política”, abrir o debate, aceitar as diferenças, desenvolver argumentos que se contraponham a realidade não desejada. 

Não podemos aceitar essa “preguiça” de construir, essa incapacidade dialética de nossos governantes. Não podemos nos calar e permitir que esses brados asquerosos de glorificação da ignorância, da irracionalidade e violência se espalhem e corrompam a frágil e inocente consciência política da maioria da nossa população. Ou nos postamos de maneira firme exaltando a liberdade de expressão, a tolerância e a racionalidade ou corremos sérios riscos de voltarmos a viver em um “inferno”, patrocinado por aqueles que se dizem representantes de Deus, na imoralidade e na desumanidade impostas por aqueles que se dizem “cidadãos de bem” e sermos jogados num poço de ignorância ainda mais fundo e escuro do que o de onde tentamos escapar.

O pior é que, os que nos ameaçam são o que se veêm como ilustrados e conhecedores da verdade. Podemos muito diante disso! Menos nos calar!!! A ameaça parece é pequena, as propostas conservadoras parecem risíveis, porém, cada vez mais se proliferam e cada vez mais os simplórios são seduzidos pelos mal intencionados. Temos que gritar mais alto, com mais força, temos que nos impor e agir o mais rápido possível! “Quem sabe faz a hora. Não espera acontecer”. Por enquanto no campo das ideias, pois, é nesse campo que as ameaças se apresentam. Mas, também devemos nos preparar para uma ação direta, se necessário for. O que não podemos é nos calar!!!

Renato Spaldini Jr.
Professor de História
Formado pela PUC – SP – Baixista da banda Grinding Reaction

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s